10.16.2016

A Rua de Ontem





(...)
Às vezes penso que é uma enorme besteira essa coisa de amor e sentimentos. Ora, sinto um desarranjo no âmago do meu ser, e nele aborreço-me por crer que estou sendo tolo ao despojar meu sentimento para outra pessoa. Mas outrora amei e fui amado.
Já não é do meu gosto continuar nessa vida agregada de valores errôneos e impróprios. Deverei eu saber da minha dor, das vozes que me dizem mais do que dizem qualquer outra pessoa. Elas sabem, elas sabem. Eles não. Outro não. Elas e somente elas ouviram o meu suplicar solitário e calado, regado ao pingo de uma lágrima ardente em dor.
Minha sina é de fato a solidão, o caminho amargo até a morte, que por mim será arrastado dia após dia. Fui engendrado a degustar outros prazeres da carne, que não o amor. Não sei bem onde me desviei das veredas que mamãe e papai desenharam para mim. Tampouco sei os deveres que fiz para me tornar mais um conjugado, agregado, da solidão.
Segui paulatinamente as leis sociais e as regras da vida, sutilmente na sua vertigem camuflei um desastre empírico e acho que foi por ali que perdi. Que me perdi. Lembro-me bem de estar sentado na relva do campo olhando o ninar de uma tarde. Na natureza. Seus cabelos ao vento sopravam seu perfume exalando todo o meu desejo. Vestia vestido branco, rendado... Sob um sol de outono, não aquecia a ilusão que construía dentro de mim, aquela imagem, pobre imagem... Tudo era demasiado...
Humano, muito pouco humano o sentir das sensações. Do sentido de amar a paixão de uma razão inexistente em outra época.

(Trecho do Livro)

Obra agraciada no Prêmio Literário Línguas&Amigos – Projeto de Incentivo à Leitura 2016, categoria Romance. 


O Livro



Edição: 1(2016)

Capa: Goya Maru

Imagem: Moacir Calarga

Formato: EPUB


O Autor

Moacir Calarga


Moacir Calarga nasceu em 1990, em Araraquara-SP, onde sempre morou. Estudante de letras na UNESP-Araraquara. Publicou em 2012 de forma independente o livro 100 Crônicas de Uma vida. Em 2013 foi finalista do concurso V Prêmio Nacional Ideal Clube, com o manuscrito Um Diálogo Entre a Loucura e a Lucidez.
Em 2014 foi finalista do Prêmio Sesc com a editora Record, com o livro “A Rua de Ontem”.
Em 2016, a obra foi agraciada no 1º Prêmio Literário Línguas&Amigos – Projeto de Incentivo à Leitura, na categoria Romance.
Moacir escreve para guardar lembranças.




Apoie a Literatura! Proteja a Natureza!

Incentive o autor e a publicação de novas obras digitais!

•±•

Sem comentários :