8.17.2013

Brasilia, a capital do Brasil planejada como um avião

“Brasília aí está. Hoje praticamente não tem adversários. Até aqueles que mais veementemente combateram sua edificação renderam-se à capacidade de trabalho e arrojo de um punhado de brasileiros de boa vontade. Brasília aí está, recebendo o Executivo, o Legislativo e o Judiciário, terminada a fase pioneira, começando a segunda, a das realizações, para colher os frutos que estão sendo sazonados, em benefício de mais de 60 milhões de brasileiros, que aguardavam cérebro, pulso e braços para a concretização da secular aspiração: A capital colocada no coração do Brasil”. (Revista Brasília – Edição especial de 21-4-1960)

Como capital do Brasil, Brasília é a sede dos três principais ramos do governo brasileiro e hospeda 124 embaixadas estrangeiras. A cidade também abriga a sede de muitas das principais empresas brasileiras. A política de planejamento da cidade, como a localização de prédios residenciais em grandes áreas urbanas, a construção da cidade através de enormes avenidas e a sua divisão em setores, tem provocado debates sobre o estilo de vida nas grandes cidades no século XX. 

O projeto da cidade a divide em blocos numerados, além de setores para atividades pré-determinadas, como o Setor Hoteleiro, Bancário ou de Embaixadas.

O plano urbanístico da capital, conhecido como "Plano Piloto", foi elaborado pelo urbanista Lúcio Costa, que, aproveitando o relevo da região, adequou-o ao projeto do lago Paranoá, concebido em 1893 pela Missão Cruls. A cidade começou a ser planejada e desenvolvida em 1956 por Lúcio Costa e pelo arquiteto Oscar Niemeyer. Inaugurada em 21 de abril de 1960, pelo então presidente Juscelino Kubitschek, Brasília tornou-se formalmente a terceira capital do Brasil, após Salvador e Rio de Janeiro. Vista de cima, a principal área da cidade se assemelha ao formato de um avião.

Cartão Postal

Realização predileta de Oscar Niemeyer, o Congresso Nacional é o cartão postal de Brasília. A sede do Poder Legislativo brasileiro, na Praça dos Três Poderes, Esplanada dos Ministérios, é um conjunto de construções onde se destacam as duas cúpulas representando os plenários: a maior (convexa), onde está o plenário da Câmara dos Deputados, e a pequena (côncava), que abriga o plenário do Senado Federal.

Em ambas as Casas, as visitas são guiadas. Na chapelaria do Senado está um pequeno museu com o mobiliário da antiga sede do Poder Legislativo. O Congresso possui um acervo artístico expressivo, com obras de Di Cavalcante, Alfredo Ceschiatti, Marianne Peretti, Fayga Ostrower, Carybé e Maria Bonomi.

City tur virtual:

Navegue pelos principais pontos turísticos de Brasília e por suas belas paisagens. Conheça a arquitetura moderna da cidade, a riqueza natural e saiba mais sobre a história da Capital: http://www.brasil.gov.br/brasilia/conteudo/guia-turistico

Sem comentários :