8.19.2013

A noite brasileira, muitos bares e baladas, muita música

Desde a sua descoberta para o mundo, há 513 anos, o solo brasileiro mostrou-se fértil também para a música e os ritmos. Da boa fusão de muitas nações (Portugal, Espanha, França, Alemanha, África e nativa, dentre outras) e do intercâmbio cultural, o Brasil deu vida para uma rica diversidade musical – o que nos permite o "difícil dilema” de eleger um estilo de música preferido e, portanto, decidir para onde ir nesta noite.

Isto porque a noite brasileira é pura música, com milhares de casas noturnas - discos, boates, bares e casa de shows – todas de portas abertas para as mais diferenciadas batidas, seja para dançar, seja só para ouvir e curtir.

De norte a sul, as opções permeiam entre música erudita (Villa Lobos), MPB, have metal (Sepultura) funk, samba, samba-reggae, xote, baião, forró, lambada, pagode, carimbó, bolero, choro, bossa nova, o rock, o sertanejo, o pagode, axé music, hip hop, no mínimo.

E, dependendo da época do calendário, você ainda pode ouvir e dançar uma ritmada música folclórica, como as quadrilhas (Festas Juninas), a toada (Festival de Parintins), o carnaval, maracatu e o frevo. Ou poderá participar de grandes eventos musicais para dançar ate cair: Rock in Rio, Festival de Verão (Bahia), Festival de Verão de Guarapari (Espírito Santo), Oktoberfest (Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina), Piauí Pop (Piauí), Micarina (Teresina-PI), Carnatal (Natal – RN), Festa Peão de Barretos (São Paulo) e tantas outras vaquejadas por todo o Brasil.

Para curtir a noite musical brasileira em diversas cidades, listamos algumas agendas culturais:
Brasília: http://www.brasiliagenda.com.br/

Sem comentários :